2015 a Internet capturada

A expectativa para a Campus Party 2015 já não era grande, aliás pouco importa agora, fazia pouco tempo que a Internet havia acabado, agora a rede é toda facetada, mil pacotes de serviços, aquele blog que eu gostava de acompanhar demora demais para carregar, e sempre aparece uma mensagem para conhecer um novo blog, que paga mais taxa de visibilidade às empresas de Telecom, as novas donas da antiga Internet. É tudo muito complicado, cada provedor de acesso oferece um pacote de serviço diferente, uns com 100 horas de Skype, outros com vídeos ilimitados, mas só no Youtube, tal como na telefonia celular no fim é tudo a mesma enrolação. A criatividade esta em baixa, cada novo protocolo precisa ser analisado pelos novos donos da Internet, tenho me sentido uma espécie de prisioneiro, as pessoas com quem me relacionava nas redes sociais estão mais distantes, nem todos assinam o mesmo plano agora.  Sinto fortemente que minha liberdade ficou no passado junto com a Internet, aquele negócio de democratização do  conhecimento e inclusão digital agora parece não fazer o menor sentido, Internet é só para quem pode pagar, agora temos a Internet do rico, bem mais cara, a “ilimitada” que é semelhante a que conhecemos hoje, os milhões de opções de pacotes e a Internet de pobre que é uma vergonha. A universalização, ou melhor o PNBL ficou restrito ao email e navegação sem figuras, qualquer outro serviço é tão lento que lembra as velhas conexões discadas de 14,4 kbps, tanto que as pessoas o tem chamado de Plano Nacional de Bandinha Lerda, alias ninguém esta dando importância para isto agora.

Marco Civil

Eu que vivia xingando o Facebook que sempre ordenava minha timeline pelo que eles julgavam mais relevante, estou pagando a língua, o sistema de curadoria das Teles que investiga toda a minha navegação, alias investiga a de todo mundo, decide com base nisto o que eles acham mais relevantes para mim, e em geral acertam, já não consigo mais resistir e furar o bloqueio, me prendi dentro de um jardim murado. A Internet esta cheia de filtros bolha, e cada um tem a sua Internet, com entretenimento sob medida, uma verdadeira droga que acaba viciando seres humanos que são preguiçosos por natureza. A inteligência coletiva foi substituída pelo sistema de curadoria que avaliam nossos relacionamentos e os interesses e provê a informação sob medida.  Hoje eles controlam nosso conteúdo, na verdade estão controlando nossos cérebros, voltamos a ser os bons e velhos hamsters na gaiola, bestas úteis ao sistema.

censorship_protect_reality

Centralizaram o mundo de pontas, o valor da Internet que sempre foi nas pontas, sempre foi resultado das conexões, relacionamentos e compartilhamentos foi substituído por um modelo sedutor, hoje em dia falar em mundo de pontas ou manifesto cluetrain não faz o menor sentido, apenas enche nossos olhos de lágrimas quando lembramos do futuro que deixou de existir. As pessoas não estão mais ficando inteligentes juntas, estão ficando imbecis isoladamente, aos poucos o revolucionário sistema de comunicação e interação social que chegou ao status de ecossistema vai ficando no passado… Sinto um forte aperto no coração  de pensar que lutei anos da minha vida, que me doei literalmente para que a próxima geração tivesse um mundo melhor que o meu, e hoje sofro ao vê-los preso a um sistema ainda mais perverso que o antigo capitalismo. Pelo menos no século XX o capitalismo estava associado à democracia, era nisto que acreditávamos, hoje o vemos lado a lado com o totalitarismo, um pesadelo que juntou o pior de Admirável mundo novo com o pior de 1984.

internet censorship

Já estamos ficando sem voz, com tanto controle na rede fica difícil qualquer tentativa de mobilização, mesmo que nossa articulação vença o controle de conteúdo, não temos mais uma massa crítica disposta a construir um meme…. ah… memes… que saudades de vocês, que saudades do tempo que nossos devices eram uma janela para o mundo, e que conseguíamos interagir com milhares de pessoas com facilidade. Tinhamos até blogueiros fazendo revolução, hoje em dia ninguém mais acessa seus conteúdos, o sistema de conteúdo cria mil obstáculos para isto.

Penso que ano que vem teremos Olimpíadas aqui no Rio, mas que se dane, sempre tenho a sensação de que foram os Mega Eventos que aceleraram a implantação deste sistema totálitario, o tal plano nacional de defesa cibernética transformou a nós, ativistas da rede, em criminosos da noite para o dia, na prática a visão perversa deste projeto era de calar as vozes dissonantes que impediriam o avanço dos projetos de controle da rede…

O MANIFESTO, A ÚLTIMA CHANCE…

Isto felizmente AINDA é uma história de ficção, mas se não fizermos nada IMEDIATAMENTE será nossa realidade em bem pouco tempo, veja que além do tal plano de defesa cibernética o Brasil assinou o novo tratato na UIT que vem com um padrão de inspeção profunda de pacotes junto, o Y2770.  Além disto a configuração da Câmara é das piores, o novo presidente da casa é lobista conhecido das Teles, assim como o novo lider do PMDB. O Novo presidente, que esta na Câmara desde a época da Ditadura já mandou um recado para a TV Câmara que ela terá de seguir as determinações dele. Com isto ficará ainda mais difícil aprovar o Marco Civil, que nos salvaria de parte dos terrores citados.

Para completar a tragédia, o representante do SindiTeles Brasil, que representa as maiores empresas de Telecom, já expos na Campus Party 2013 o seu modelo de “neutralidade” onde quer oferecer um leque de serviços e vender prioridade de tráfego, e também quer ter acesso aos nossos dados de navegação.

O cenário é o pior possível, se a sociedade não acordar e se mobilizar AGORA iremos certamente perder a Internet e a nossa liberdade!!

Revolução Digital Já! Todos juntos, todos por uma causa, todos os movimentos pela liberdade!

Ocupem tudo!

251020112087

 

 

Share
, , , , , ,