O ópio do cidadão Bundopolitano

Cidadãos Bundopolitanos são animados, unidos, solidários, amáveis, possuem uma fé e uma determinação inabaláveis. Mas como nem tudo é perfeito, a grande maioria é viciada em opiácios de ação imbecilizadora, que os leva a total alienação dos fatos e do mundo que os cerca. Estes opiácios são popularmente conhecidos por futebol, carnaval e cerveja, e podem ser consumidos juntos ou separados.

Pessoas sob o efeito destes opiácios tornam-se alienados, e desligam-se completamente dos problemas levando seu foco à droga em si. Por exemplo, os que consomem altas doses de futebol tornam-se obsessivos, e só falam de futebol, em geral apresentam um estado de total embotamento do seu lado racional, deixando de pensar e passam a agir como se todos a sua volta estivessem drogados como ele. Só para ilustrar, hoje às 6:00 teve um imbecil tocando estas cornetas da Copa em frente ao meu prédio, porque será que ele acha que tem este direito ?

O opiácio futebol tem ainda outros efeitos, por exemplo se o time para o qual o usuário torce ganha, uma overdose toma conta de sua mente, tornando-o ainda mais imbecil e inconveniente, levando-o ao consumo de outras drogas como a cerveja e até mesmo o samba, sub-produto do Carnaval. Outro efeito colateral conhecido é quando o time para o qual o usuário torce perde, neste caso ele pode se tornar violento e responder agressivamente á criticas e gozações do usuário que torce pelo time adversário, gerando as popularmente conhecidas brigas de torcidas. Brigas de torcidas são também conhecidas por “fight for nothing” ou no idioma Bundopolitano: Briga por nada.

Opiácios futebol e carnaval são sazonais, o primeiro é facilmente encontrado durante a copa do mundo e em campeonatos estaduais e nacionais, já o segundo em geral é encontrado em grande quantidade no mês de fevereiro e o seu consumo é intenso durante o período de quatro dias à uma semana.

O grande problemas destes opiácios não é o seu consumo, se consumidos em doses moderadas são saudáveis, afinal futebol é saúde, carnaval á alegria e cerveja, bom cerveja é bom, mas deve-se beber moderadamente.

A questão central é que em temporadas de consumo de opiácios, desvia-se a opinião pública para o ópio em si, criando-se uma cortina de fumaça em tornos dos problemas que afetam nossa sociedade, por acaso você está pensando sobre problemas como:

  • Violência urbana
  • Desigualdade social
  • Fome
  • Aquecimento global
  • Mensalão
  • Eleição
  • Julgamento de crimes hediondos

Não ! Com certeza hoje você só tem em mente uma coisa: O Jogo do Brasil contra a Croácia.

O pior é que muitos se aproveitam deste estado de torpor para tomar ações impopulares ou “resolver” problemas que afetem a sociedade.

Por fim este que escreve é Flamenguista, mas não é praticante, gosta de uma boa cerveja, mas chopp é ainda melhor e por fim gosta de se descontrair no carnaval, usa mas não “traga” os opiácios. :)

    9 comentários sobre “O ópio do cidadão Bundopolitano

    1. Há tempos não lia algo que me agradasse tanto. Adorei seu post ele é bem inteligente e retrata de forma clara e objetiva a triste realidade do povo brasileiro!

      bjs e ótimo texto, provavelmente irei citar seu texto em um próximo post em meu blog.

      bjs

    2. Pingback: Caribé !

    3. Pingback: Caribé !

    4. Pingback: João Carlos Caribé

    5. Pingback: Guilherme Boechat

    6. Pingback: Myris ♫♫♫

    7. Pingback: Caribé !

    8. Pingback: Caribé !

    9. Pingback: João Carlos Caribé

    Deixe uma resposta